Notícias

Abimci apresenta demandas a presidenciáveis

Notícias

17/10/2014

Documento destaca necessidade de desonerações fiscais para o setor madeireiro

A Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (ABIMCI) entregou aos coordenadores de campanha dos candidatos Aécio Neves e Dilma Roussef uma carta de intenções que elenca as principais demandas do setor industrial madeireiro junto ao Governo Federal.

Os principais pontos dizem respeito às desonerações fiscais como inclusão do setor madeireiro no Plano Brasil Maior que desonera a folha de pagamento, a redesignação do SGP Americano para as chapas de compensados, que possuem alíquota de 8% para entrada nos Estados Unidos, inviabilizando o setor para esse importante mercado, a desoneração do IPI de 5% para as chapas de compensados e a inclusão de mais produtos madeireiros na cesta básica da construção civil com diferenciação fiscal.

O documento solicita ainda a inclusão de alguns produtos, como a madeira serrada, na Medida Provisória do Reintegra, garantindo assim as condições de competitividade da indústria nacional nesse importante segmento.

Para o presidente da ABIMCI, José Carlos Januário, nesse momento eleitoral importante, o setor produtivo precisa marcar posicionamento junto ao novo governo brasileiro. “Procuramos nos posicionar sobre temas estruturantes que influenciam diretamente na rotina e nos custos das empresas como a necessária revisão da Lei do Aprendiz, a alteração da legislação da NR 12, os 10% do FGTS, a votação sobre a terceirização, entre outros”, afirma.

 

 

Assessoria de Imprensa ABIMCI
Interact Comunicação
Atendimento: Juliane Ferreira
(41) 3079-2719 / (41) 9997-2971
juliane@interactcomunicacao.com.br